Encontrados 65 corpos com marcas de tiros no Iraque

Pelo menos 65 corpos foram encontrados nesta quarta-feira em diferentes partes do Iraque com marcas de tiros, informaram fontes do Ministério do Interior e a Polícia iraquiana. Cinqüenta cadáveres foram achados em Bagdá, dez, em Latifiya, quatro, em Faluja, e um, em Samarra. A polícia relatou que os cadáveres foram achados na capital em diferentes bairros, enquanto os recuperados em Latifiya estavam todos no mesmo lugar. Em Faluja, segundo o escritório de segurança conjunta iraquiano-americano, os cadáveres estavam amarrados e tinham sido deixados na estrada internacional que une Bagdá à Jordânia e à Síria. Segundo o oficial Muhamed al-Ishawi, o cadáver que surgiu em Samarra pertencia a uma mulher e apareceu flutuando nas águas do rio Eufrates. Com estes corpos já são 184 achados pelas forças de segurança nos últimos quatro dias, a maior parte deles em Bagdá. Em 22 de fevereiro, um atentado em Samarra, que destruiu a cúpula de um templo xiita, desencadeou uma onda de violência que acabou com a vida de milhares de pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.