Encontrados destroços de Boeing em montanha boliviana

Quatro alpinistas bolivianos encontraram os restos de um avião que acreditam pertencer á empresa americana Eastern Airlines, que caiu no pico Illimani, de 6.462 metros de altitude, em 1984. Naquele acidente morreram 28 pessoas, entre elas um rico empresário paraguaio e sua família, dois membros do Corpo de Paz dos Estados Unidos e oito coreanos. O avião da Eastern, empresa que não funciona mais, voava de Assunção a La Paz. Segundo o jornal La Razón, os esportistas encontraram a turbina do Boeing 727, outras partes do avião e roupas de criança. O alpinista Juan Carlos Escobar, que liderou a expedição, relatou ao jornal que, há um ano, tirou fotografias aéreas do pico, localizado próximo a La Paz, e descobriu estruturas metálicas sobre a neve. "Pensamos que se tratava de outro avião, mas depois de uma investigação mais profunda, concluímos que se tratava do Boeing da Eastern que caiu em 31 de dezembro de 1984" a menos de 10 minutos de aterrissar em La Paz, disse Escobar.

Agencia Estado,

29 Março 2006 | 20h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.