Encontrados nove cadáveres com sinais de tortura no Iraque

A Polícia iraquiana encontrou hoje nove cadáveres com sinais de tortura perto de um centro de venda de carros usados no bairro Al Biyaa, no oeste de Bagdá, informaram fontes policiais. O comandante de Polícia Wisam Saad disse à EFE que as nove pessoas tinham sido estranguladas até a morte. Fontes do Ministério do Interior informaram também hoje que 18 cadáveres do total de 30 encontrados ontem pertencem a jovens entre 18 e 25 anos. As fontes explicaram que um grupo de homens armados entrou ontem em um clube no povoado de Tal Iswid, na província de Diyala, abriu fogo contra os jovens e matou 18 deles, além do proprietário, de cerca de 50 anos. Já foi aberta uma investigação sobre o fato, já que os jovens não tinham nenhum envolvimento político conhecido.

Agencia Estado,

27 Março 2006 | 06h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.