Encontrados traços e templo budista mais antigo do mundo

Arqueólogos disseram ter encontrado, no Nepal, traços de uma estrutura de madeira do século 6 a.C. que, acreditam, faz parte do mais antigo templo dedicado a Buda. Siddhartha Gautama, o Buda, nasceu no local onde está localizado o templo, o que teria acontecido no século 6 a.C.

Agência Estado

26 de novembro de 2013 | 15h00

Kosh Prasad Acharya, que trabalhou com arqueólogos da Universidade de Durham, do Reino Unido, disse nesta terça-feira que a estrutura foi descoberta no interior do templo Mayadevi, em Lumbini, oeste do Nepal.

A descoberta foi publicada na edição de dezembro da revista acadêmica Antiquity.

Acharya disse que as amostras foram testadas com técnicas de radiocarbono e luminescência, que indicaram que o material é do século 6 a.C. O grupo de arqueólogos fez escavações por baixo das estruturas de tijolos previamente conhecidas no interior do templo e especialistas da Universidade de Sterling, na Escócia, examinaram e coletaram as amostras, disse ele. Os arqueólogos trabalham no local há três anos.

Anteriormente, um pilar instalado pelo imperador indiano Ashok, com inscrições datadas do século 3 a.C. era considerada a estrutura budista mais antiga, disse Acharya.

"Esta descoberta reforça ainda mais a cronologia da vida de Buda e é a mais importante notícia para milhões de budistas ao redor do mundo", declarou Acharya em entrevista.

"Sabe-se muito pouco sobre a vida de Buda, exceto pelas fontes textuais e pela tradição oral", afirmou o arqueólogo Robin Coningham, da Universidade Durham, em comunicado. "Agora, pela primeira vez, temos uma sequência em Lumbini que mostra que havia um prédio no local no início do século 6 a.C."

A cada ano, dezenas de milhares de budistas visitam Lumbini, localizada a 280 quilômetros a sudoeste de Katmandu. Seus seguidores acreditam que Siddhartha, um príncipe, deixou sua família e seu reino e meditou nas florestas do Nepal e da Índia antes de chegar à iluminação. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
NepalBudatemplo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.