Lajos Soos/Efe
Lajos Soos/Efe

Encontro do Congresso Judaico Mundial termina nesta terça-feira

Evento ocorreu na Hungria com a intenção de chamar a atenção para o antissemitismo na Europa

07 de maio de 2013 | 17h06

A 14ª Assembleia Plenária do Congresso Judaico Mundial termina nesta terça-feira, 7, em Budapeste, Hungria. O Congresso ocorreu no país - onde houve uma marcha de pessoas contrárias ao evento - com a intenção de chamar a atenção para o antissemitismo na Europa.

Integrantes de mais de 100 comunidades judaicas estiveram reunidos e discutiram o crescimento de partidos políticos neonazistas em países do continente europeu e a situação no Oriente Médio. "Esta é uma oportunidade muito boa para demonstrar que nos mantendo unidos, o povo judeu pode fazer com que sua voz seja ouvida e assim ter êxito em importantes realizações", disse o presidente do Congresso, Ronald S. Lauder.

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, e o ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Guido Westerwelle, foram os convidados especiais do evento. Orbán fez um discurso e disse que o antissemitismo é "inaceitável e intolerável".

 
Tudo o que sabemos sobre:
Congresso Judaico MundialBudapeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.