Encontro sela relação bilateral entre Itália e Argentina

A Itália e a Argentina concordaram hoje em "relançar em todos os níveis as antigas e profundas relações bilaterais", informou a chancelaria italiana. Em um gesto significativo, Roma facilitará a Buenos Aires o acesso a documentos reunidos por sua embaixada e consulados no país sul-americano relativos à violação dos direitos humanos durante a ditadura militar argentina (1976-1983).

AE, Agência Estado

09 de dezembro de 2010 | 16h45

O anúncio foi feito após uma reunião em Roma entre o chanceler italiano Franco Frattini e o ministro de Relações Exteriores da Argentina, Hector Timerman. Os dois confirmaram que no primeiro trimestre de 2011 será realizada em Buenos Aires a segunda reunião da Comissão Econômica Bilateral, para tratar de temas de economia, ciência, cultura e defesa.

Fontes diplomáticas também afirmam que houve progresso sobre o tema dos títulos argentinos em moratória. Segundo essas mesmas pessoas, mais de 70% dos pequenos investidores italianos aceitaram a oferta de troca reaberta pelo governo argentino em 2010.

Os ministros também discutiram temas multilaterais como a reforma do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), os acordos e perspectivas do G-20 (grupo das 20 economias mais industrializadas) e os processos bilaterais entre a União Europeia (UE) e o Mercosul. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaArgentinarelaçõesencontro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.