Endeavour leva nova tripulação à estação Alpha

O ônibus espacial Endeavour levou uma nova tripulação à estação espacial internacional Alpha nesta sexta-feira para substituir os três homens que passaram os últimos seis meses vivendo na órbita da Terra. O astronauta Daniel Bursch ficou tão entusiasmado ao ver chegar sua carona de volta para casa que tocou o sino da estação e anunciou a chegada da Endeavour sete minutos antes da acoplagem. Então, seu colega Carl Walz iniciou os procedimentos para receber o ônibus espacial, mas recebeu instruções para esperar, pois ainda era cedo demais. Bursch, Walz e o comandante russo Yuri Onufrienko chegaram à estação em dezembro e não esperavam passar tanto tempo no epaço sideral. Problemas no braço mecânico da estação orbital e sucessivos atrasos no lançamento obrigaram os astronautas a ficarem em órbita um mês além do planejado. Os três serão substituídos pela astronauta bioquímica norte-americana Peggy Whitson e por dois cosmonautas russos. Whitson será a segunda mulher a ocupar a estação. A Endeavour retornará em 17 de junho. Nesta data, Bursch, Walz e Onufrienko terão completado 194 dias no espaço sideral, um recorde para os padrões norte-americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.