Enfermeira com ebola nos EUA será transferida

A segunda enfermeira norte-americana diagnosticada com o ebola será transferida do centro médico no Texas onde está internada para o hospital universitário Emory, em Atlanta. A transferência será realizada ainda nesta quarta-feira, segundo a secretária de serviços humanos e de saúde, Sylvia Burwell.

Estadão Conteúdo

15 de outubro de 2014 | 15h21

O hospital é uma das quatro unidades de saúde com alas de isolamento especiais para o tratamento do ebola, reduzindo o risco de contágio por parte de profissionais de saúde. O centro médico em questão já tratou de três outros pacientes com a doença, dos dois quais sobreviveram.

Burwell disse que todos os quatro hospitais foram consultados se aceitariam receber mais pacientes de ebola, caso suja a necessidade.

O diretor do Centro de Controle e prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), Tom Frieden, também afirmou que a primeira assistente de enfermagem a ser contaminada pelo vírus, Nina Pham, está em melhor condição de saúde nesta quarta-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAebolaepidemiaenfermeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.