Enfermeira curada do Ebola reencontra cachorro

Uma enfermeira de Dallas, nos Estados Unidos, reencontrou seu cachorro depois que o animal passou por uma quarentena. O cão da raça King Charles Spaniel foi isolado desde que ela adoeceu.

Estadão Conteúdo

01 Novembro 2014 | 15h09

A enfermeira Nina Pham e o cachorro Bentley se encontraram numa casa vazia onde o animal passou 21 dias sob isolamento. Veterinários com equipamentos de proteção checavam o estado de saúde de Bentley diariamente.

"Gostaria de agradecer as pessoas de todo o mundo que oraram e mandaram seus sentimentos para mim e para o Bentley", disse a enfermeira. Durante uma coletiva de imprensa, ela disse que o cachorro é um de seus melhores amigos.

Pham foi diagnosticada com Ebola no mês passado. Ela contraiu o vírus enquanto cuidava de um paciente infectado vindo da Libéria.

No mês passado, autoridades em Madri, na Espanha, causaram comoção pública ao decidirem sacrificar um cachorro que pertencia a uma enfermeira com Ebola. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EBOLAEUACACHORRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.