Enfermeira indiana finge gravidez, simula parto e rouba bebê

Uma enfermeira indiana fingiu durante nove meses estar grávida e, quando chegou o suposto momento de dar à luz, roubou do hospital um bebê recém-nascido, que durante dois dias fez passar por seu filho, informa hoje o jornal Hindustan Times.O caso aconteceu no hospital Bara Hindu Rao, de Nova Délhi. Nodomingo, a enfermeira tomou uma das crianças recém-nascidas esimulou, num dos quartos, ter dado à luz."Ela deixou a criança no chão, no meio de restos de sangue, e sedeitou numa cama. Quando os médicos chegaram, disse a eles que foi um parto repentino", disse o oficial da Polícia Devesh Srivastava, citado pelo jornal.Dois dias depois, um casal denunciou que seu filho, que supostamente permanecia desde domingo no berçário por causa de problemas de lactação, não estava mais no hospital."Supostamente uma enfermeira disse à mãe que o bebê precisava ser levado ao berçário para receber tratamento. Na terça-feira, quando o pai foi procurar seu filho, disseram que ele nunca tinha estado lá", explicou Srivastava.Alguns empregados do hospital relataram à Polícia o estranhoparto da enfermeira e mostraram suas suspeitas, porque orecém-nascido estava "muito limpo".A enfermeira, de 38 anos, confessou a falsa gravidez, com o qualchegou a enganar a parentes e amigos. Ela se justificou dizendo que estava "desesperada", já que, após 14 anos de casamento, não conseguia ter filhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.