Enfraquecido, Ernesto deixa Cuba e prepara ataque aos EUA

A tempestade tropical Ernesto continuasobre Cuba e deve se movimentar em direção ao Atlântico nesta terça-feira, rumo à Flórida (EUA) com força renovada depois de passar sobre águas mais aquecidas. A tempestade, que deixou pelo menos um morto no Haiti, mantém ventos máximos sustentados de 65 km/h, informou o CentroNacional de Furacões dos EUA (NHC) em seu boletim de zero hora, de Brasília. "A tempestade Ernesto se movimentará sobre o oceano na manhã de terça-feira e estará perto da Flórida à noite", previu o NHC. O centro da tempestade se encontrava a aproximadamente 21,7 graus de latitude norte e 77,8 graus de longitude oeste, a 30 quilômetros ao leste de Camagüey (Cuba), cerca de 520 quilômetros a sudeste deKey West e 515 quilômetros a sul-sudeste de Miami (Flórida). O sistema, que causou fortes chuvas em Cuba e na República Dominicana, se desloca a 19 km/h em direção oeste-noroeste. Ao sair de Cuba, deverá se fortalecer e pode até chegar à Flórida, nestaterça-feira à noite, como um furacão de categoria 1 na escala Saffir-Simpson, que vai de 1 a 5. Miami pode começar a sentir ventos de 62 km/h na tarde desta terça-feira. À noite eles aumentariam para mais de 90 km/h. Continua o alerta de furacão (passagem em 36 horas) na costa leste da Flórida, de Vero Beach até New Smyrna Beach. Também estãoem vigor um aviso de tempestade (em 24 horas) e um alerta de furacão para as Bahamas. Estão sob aviso de tempestade tropical as províncias cubanas de Guantanamo, Santiago de Cuba, Granma, Holguín, Tunas e Camagüey.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.