Engenheiro turco é seqüestrado no Afeganistão

Insurgentes afegãos seqüestraram umengenheiro turco que trabalha no Afeganistão e exigiram alibertação de seis prisioneiros talebans em troca de sualibertação, informaram hoje autoridades turcas. As fontes responsabilizaram combatentes fugitivos do Talebanpelo seqüestro. Segundo a agência de notícias Anatolia, asautoridades suspeitam que o engenheiro turco, identificado comoHasan Onal, tenha sido levado à região fronteiriça com oPaquistão. A agência informou que os seqüestradores exigiram que seisprisioneiros, que estão sob custódia dos Estados Unidos, sejamlibertados em dois dias. A Anatolia não informou quando começa oprazo nem especificou a ameaça. O ministro das Relações Exteriores Abdala Gul disse que aTurquia tenta assegurar a libertação de Onal e que está emcontato com o Paquistão e com os Estados Unidos. "estamosfazendo todo o possível para resgatar nosso engenheiro", disseGul à imprensa em Ancara. Onal foi seqüestrado com o motorista de seu automóvel em umaestrada entre a capital afegã, Cabul, e a província sulista deKandahar, segundo uma fonte turca que pediu anonimato. O motorista foi libertado com uma carta que demanda alibertação de seis prisioneiros talebans em troca de Onal. A mesma fonte informou que Onal trabalhava em obras derecuperação da estrada, que une Cabul a Kandahar. Os trabalhosno local vem sofrendo atrasos devido em parte aos ataques contratrabalhadores pelos talebans.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.