Sarah Silbiger / The New York Times
Sarah Silbiger / The New York Times

Entenda por que o muro na fronteira com México trava as discussões de orçamento nos EUA

Acordo provisório precisa ser aprovado até sexta-feira ou governo americano ficará paralisado mais uma vez

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2019 | 12h17

As tentativas dos congressistas em chegar a um acordo orçamentário nos Estados Unidos e evitar uma nova paralisação do governo estão emperradas por uma discussão principal: a verba para a construção de um muro na fronteira do país com o México.

Com o presidente Donald Trump firme em seu pedido por mais fundos para a obra, republicanos e democratas passaram a ser mais flexíveis e concordaram em alguns pontos, mas o pacto é um novo desafio para o magnata enquanto ele conduz um governo dividido.

O acordo aprovado no Congresso inclui US$ 1,375 bilhão para a ampliação de uma cerca que já existe em alguns trechos da fronteira. A quantia é menor do que o US$ 1,6 bilhão aprovado pelo Congresso em dezembro, proposta que o próprio Trump recusou. O presidente pedia a liberação de US$ 5,7 bilhões para a construção da barreira. O texto precisa ser aprovado até a sexta-feira 15 ou o governo americano ficará paralisado mais uma vez. Veja abaixo alguns pontos que dificultam as conversas.

 

 

/ com NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.