Entidade patronal aponta 'intimidação'

O presidente da Federação das Câmaras e Associações de Comércio e Produção da Venezuela (Fedecámaras), Jorge Roig, denunciou que dirigentes de entidades empresariais foram submetidos ontem a longos interrogatórios que teriam como objetivo intimidá-los. "Trata-se de um amedrontamento contra o setor empresarial. Em nenhum momento disseram qual era a causa da citação. Ao longo do interrogatório, simplesmente lhes disseram que se tratava de uma investigação em curso, mas não esclareceram a razão. Fizeram perguntas sobre a Fedecámaras e membros de agremiações empresariais", disse Roig, afirmando que notificará a Organização Internacional do Trabalho. / EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.