Entidades cobram atitude do Brasil

Entidades de defesa dos direitos humanos pedem que a presidente brasileira, Dilma Rousseff, promova o diálogo entre Nicolás Maduro e a oposição da Venezuela. "A presidente tem uma responsabilidade histórica, por ter sido vítima de violações de direitos humanos", afirmou ontem Liliana Ortega, do Comitê de Parentes das Vítimas. Ela afirmou que muitos dos que sofrem abusos são impedidos de recorrer a organismos internacionais. / C.T.

O Estado de S.Paulo

28 de outubro de 2014 | 02h06

Tudo o que sabemos sobre:
Venezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.