Entidades de Cuba e EUA assinam acordo de proteção do meio-ambiente

Acordo assinado em Havana busca unir esforços pela conservação da biodiversidade marinha das águas e costas do Golfo do México e do Caribe

Ansa,

09 de abril de 2012 | 16h06

HAVANA - Uma organização de Cuba e uma instituição privada dos Estados Unidos estabeleceram um acordo para "a preservação de ecossistemas e recursos marinhos" em zonas próximas à costa dos países.

 

O tratado, que foi firmado neste fim de semana pelo Clube Náutico Internacional Hemingway (CNIH), de Cuba, e pela Environmental Defense Fund (EDF), dos Estados Unidos, abarca ações comuns, à margem do conflito diplomático que já dura mais de meio século.

 

O chamado Acordo de Amizade, assinado em Havana, busca unir "esforços pela conservação da biodiversidade marinha das águas e costas do Golfo do México e do Caribe", apontou um comunicado.

 

O comodoro José Miguel Díaz Escrich, ligado a CNIH, explicou que o acordo "não implica nenhum compromisso econômico ou jurídico entre as partes, mas a honra de preservar os mares do planeta". 

Tudo o que sabemos sobre:
CubaEUAmeio-ambienteacordo bilateral

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.