Entidades em SP preparam ato de apoio a Evo Morales

Um grupo de entidades sociais organizará uma manifestação para quinta-feira, na Avenida Paulista, em São Paulo, em apoio ao presidente da Bolívia, Evo Morales. O ato está marcado para as 17 horas, em frente ao Consulado Geral da Bolívia. A Intersindical encabeça a organização do ato. Também já confirmaram adesão à manifestação as seguintes entidades: Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Conlutas, Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Pastoral Operaria Metropolitana de São Paulo, Consulta Popular, e os partidos PSOL, PSTU e PCB.O presidente boliviano tem enfrentado há quase um mês violentos protestos em departamentos (Estados) governados pela oposição (Pando, Beni, Santa Cruz e Tarija). Eles são contra a nova Constituição que Morales pretende aprovar para aumentar a participação do Estado na economia, dar mais poderes à maioria indígena e promover uma reforma agrária. Na sexta-feira, um dos conflitos deixou 15 mortos em Pando. Leopoldo Fernández, governador de Pando, foi detido hoje acusado de ser o mandante do massacre.De acordo Júnia da Silva Gouvea, da coordenação nacional da Intersindical, este será um ato de "solidariedade ao povo boliviano" e em "repúdio ao golpe separatista e à atitude fascista" a que o governo daquele país estaria sendo vítima. A organização do ato ainda espera a participação de outras entidades. Ainda não há previsão de quantas pessoas devem se reunir na Avenida Paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.