STR / KCNA VIA KNS / AFP
STR / KCNA VIA KNS / AFP

Entre 2010 e 2019, Coreia do Norte gastou mais de meio milhão de dólares em cavalos russos

Segundo dados aduaneiros, país asiático pagou US$ 75.509,00 na última compra, realizada em 2019

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2020 | 09h27

MOSCOU/SEUL - Após Kim Jong-un ser filmado cavalgando em um garanhão branco na neve no ano passado, a Coreia do Norte comprou 12 cavalos puro-sangue da Rússia, de acordo com dados aduaneiros do país governado por Vladimir Putin. A compra teria custado US$ 75.509,00.

A compra do ano passado é a maior desde 2015, quando a Coreia do Norte comprou 61 cavalos pelo preço de US$ 192.204,00. Ao todo, entre 2010 e 2019, o país comunista gastou mais de meio milhão de dólares - US$584.302,00, em 138 cavalos puro-sangue vindos da Rússia.

A imagem de Kim Jong-un montado no cavalo branco foi utilizada para fins de propaganda do regime para os norte-coreanos. Segundo analistas, as imagens foram usadas para mostrar que o país está sendo conduzido por um homem forte e destinado a guiar o poder pelas rédeas.

Acompanhado de figuras do alto escalão do país, Kim participou de duas cavalgadas nas encostas nevadas da sagrada Montanha de Paektu, nos meses de outubro e dezembro de 2019. A mídia estatal anunciou os passeios a cavalo como demonstrações importantes de força diante da pressão internacional.

A compra dos cavalos acontece enquanto a Coreia do Norte está sob sanções internacionais impostas em razão do programa de armas nucleares e de mísseis balísticos./ REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.