Entre um ataque e outro, Cho enviou vídeo e fotos à NBC

O atirador que matou 32 pessoas na Universidade Virginia Tech, Cho Seung-hui, enviou fotografias e textos à rede NBC, afirmou o superintendente da polícia da Virgínia, Steven Flaherty, nesta quarta-feira, 18. Entre os dois tiroteios, Cho enviou pelo correio um pacote que continha vídeos, fotos dele mesmo segurando armas e um manifesto agressivo contra pessoas de alto poder aquisitivo.A MSNBC, uma filiada da NBC, informou que o material incluía um CD-ROM onde Cho lia seu manifesto. O NBC Nightly News planeja mostrar mais do material na noite desta quarta-feira, afirmou o site.Segundo a NBC, um selo com o horário no pacote indicava que o material havia sido enviado na janela de duas horas na segunda-feira. Duas pessoas, um homem e uma mulher, foram mortas num alojamento de estudantes no primeiro ataque e 30 pessoas foram mortas, algumas executadas de perto, em um prédio de sala de aula no campus cerca de duas horas depois. Aos repórteres, Flaherty afirmou que a NBC entregou o material ao FBI imediatamente. Detalhes sobre o assassino surgiram nesta quarta-feira, acusando-o de perseguir duas estudantes, ter sido levado a um instituto de saúde mental e tentativas de suicídio.Seu comportamento solitário e seus textos preocupantemente repletos de violência assustou tanto professores e alunos que ele foi removido de uma aula de inglês e aconselhado a procurar tratamento.Ampliado às 19h32.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.