AFP PHOTO / HECTOR RETAMAL
AFP PHOTO / HECTOR RETAMAL

Entrega de alimentos no Haiti sai do controle e jovem acaba baleada

Outras três pessoas ficaram feridas enquanto polícia fazia a distribuição; Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura alertou que segurança alimentar de 800 mil haitianos está ameaçada

O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2016 | 14h35

PORTO PRÍNCIPE - Pelo menos uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas na terça-feira enquanto a Polícia Nacional do Haiti distribuía alimentos no sudoeste do país para os mais afetados pelo furacão Matthew, segundo informações da corporação. A vítima é uma adolescente de 16 anos que fazia parte de um grupo que recebia os donativos, na cidade de Dame-Marie.

De acordo a polícia, o incidente aconteceu quando a entrega dos alimentos saiu do controle em razão da desordem das pessoas e a jovem acabou sendo baleada durante a confusão. Os feridos foram transferidos para um hospital da região, embora as autoridades não tenham informado sobre o estado de saúde deles.

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) alertou que a segurança alimentar de cerca de 800 mil haitianos está "seriamente" ameaçada depois que o furacão Matthew "devastou" a maior parte das plantações do país há duas semanas.

De acordo com um relatório realizado pelo Programa Mundial de Alimentos (PMA), o governo do Haiti e a FAO, a situação é especialmente grave no litoral sul do país. Os últimos relatórios dos organismos de ajuda do Haiti afirmam que o fenômeno causou 573 mortes, além do deslocamento de 175,5 mil pessoas e o desaparecimento de 75. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.