Enviado da ONU diz que tropas devem chegar ao Líbano nos próximos dias

O enviado da ONU ao Oriente Médio, Alvaro de Soto, disse neste sábado esperar que o primeiro contingente das tropas de uma força de paz da organização chegue ao Líbano nos próximos dias, mas não especificou uma data.De Soto disse à Associated Press que a instalação da paz virá quando as tropas libanesas recuarem, deixando a fronteira entre os dois países. Segundo ele, os 15 mil soldados que serão enviadas pela ONU ao sul do Líbano devem avançar gradualmente. Um número semelhante de homens do Exército libanês também serão deslocados para a região.As novas tropas reforçarão os contingentes da Força Interina da ONU no Líbano (Unifil), criada em 1978 para monitorar a primeira retirada israelense do país. A Unifil conta atualmente com 2.000 homens na região, mas estes se viram presos em meio ao fogo cruzado entre Israel e o Hezbollah. Quatro soldados da Unifil morreram vítimas de ataques israelenses no mês passado.De Soto ressalvou, no entanto, que os capacetes azuis da ONU terão poder de fogo apenas para revidar às ações de sabotagem contra o cessar-fogo.É importante evitar a impressão de "que iremos usar todas as armas para obrigar o término das hostilidades".O Conselho de Segurança pediu unanimemente na noite sexta-feira uma trégua entre Israel e o Hezbollah, e reivindicou a retirada das tropas israelenses do Líbano, na primeira atuação deste órgão da ONU desde o início conflito, há um mês. O primeiro-ministro israelense Ehud Olmert endossou a resolução na tarde de sexta-feira. Porém, autoridades israelenses disseram que Israel pode não terminar com as batalhas até o gabinete israelense aprovar o acordo de cessar-fogo em seu encontro semanal de domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.