Enviado de Obama pede pacto entre Síria e Israel

O enviado do presidente Barack Obama à Síria, o chefe da seção de Oriente Médio no Departamento de Estado dos EUA, Jeffrey Feltman, garantiu hoje em Damasco que um acordo de paz entre sírios e israelenses é parte central da nova estratégia de Washington no Oriente Médio. Sob mediação turca, Síria e Israel negociavam informalmente um pacto até dezembro, quando a guerra na Faixa de Gaza interrompeu os contatos. "Estamos comprometidos com a diplomacia e usaremos o diálogo para fazer a situação evoluir", afirmou Feltman ao lado de Daniel Shapiro, funcionário da Casa Branca que também foi a Damasco.

AE-AP, Agencia Estado

07 de maio de 2009 | 17h37

Os representantes americanos foram recebidos pelo ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid al-Moallem. O chanceler, que havia recepcionado o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, no início da semana declarou que a Síria ainda está "testando as intenções dos americanos".

A visita de Feltman acontece em meio ao lançamento de uma nova iniciativa do governo americano para fazer avançar a paz na região. Recentemente, Obama esteve com o rei da Jordânia, Abdullah II, e deverá receber a visita do novo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em duas semanas. Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina, também deverá se encontrar em breve com o presidente americano.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaIsraelEUApaz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.