Enviado do Kremlin não discutiu asilo para Saddam

Uma alta autoridade iraquiana afirmou que Yevgeny Primakov, enviado especial do presidente da Rússia, Vladimir Putin, para uma missão secreta a Bagdá não discutiu a possibilidade de buscar um asilo para o ditador Saddam Hussein. Primakov é um especialista em questões do Oriente Médio conhece Saddam desde 1970 e encontrou o líder iraquiano no sábado. "(Essa hipótese) é ridícula", disse o ministro da Informação do Iraque, Mohammed Saedd al-Sahhaf, ao rebater as especulações de que a pauta do encontro incluiu a possibilidade de asilo para Saddam. "Nenhum ocupante dos postos líderes do governo iraquiano está disposto a deixar Bagdá", declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.