Enviado dos EUA ao Afeganistão segue em estado crítico

Richard Holbrooke, representante especial norte-americano para o Afeganistão e Paquistão, está em condição crítica em um hospital de Washington, depois de ter sido submetido a uma cirurgia cardíaca de emergência ontem, segundo o Departamento de Estado.

NALU FERNANDES, Agência Estado

12 de dezembro de 2010 | 13h54

Holbrooke foi internado no hospital da Universidade George Washington na sexta-feira. O porta-voz P.J. Crowley informou que Holbrooke está acompanhado de seus familiares.

A secretária de Estado, Hillary Clinton, o conselheiro de Segurança Nacional, Tom Donilon, e o chefe do Estado Maior, almirante Mike Mullen, visitaram Holbrooke durante o final de semana, citou a Casa Branca.

"Richard Holbrooke é uma figura proeminente na política externa americana, um membro crítico da minha equipe no Afeganistão e no Paquistão, e um servidor público incansável", disse ontem o presidente Barack Obama, em comunicado. "Nós continuamos orando pela sua recuperação e dando suporte para sua família nesta hora difícil". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUARichard Holbrookecirurgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.