Enviado dos EUA discute na China a crise de Darfur

O enviado especial dos Estados Unidos para o Sudão, Andrew Natsios, está na China para discutir a crise de Darfur com o governo chinês, informou nesta quarta-feira a agência estatal Xinhua.Segundo confirmou o porta-voz do Ministério de RelaçõesExteriores, Liu Jianchao, Natsios ficará na China até sexta-feira.Liu destacou que a China tem acompanhado de perto odesenvolvimento da crise. Ele disse estar confiante numa solução através do diálogo.O conflito de Darfur, desde 2003, causou a morte de 200 a 400 mil pessoas e o deslocamento de 2,5 milhões.Em agosto, o Conselho de Segurança da ONU aprovou, com aabstenção de China e Rússia, uma resolução para enviar capacetes azuis ao Sudão para substituir as tropas da União Africana.A China acrescentou uma cláusula que condicionava a aplicação ao consentimento do Sudão. O presidente Omar Hassan Ahmadal-Bashir aceitou a medida em parte no fim de dezembro.O Sudão é um dos maiores exportadores africanos de petróleo para a economia chinesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.