Enviado especial da ONU volta a Rangum

O enviado especial das Nações Unidas para Mianmar, Ibrahim Gambari, voltou ontem a Rangum para pressionar por democracia, um dia após a junta militar ter decidido expulsar o chefe da missão da ONU no país, Charles Petrie. Gambari manifestou apoio a Petrie e foi à capital, Naypyitaw, onde deve se reunir com o ditador Than Shwe. É a segunda visita em dois meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.