Enviado especial vai visitar China, Japão e Coréia do Sul

Na tentativa de aliviar a pesada dívida externa iraquiana, James A. Baker, enviado especial da Casa Branca, deverá visitar Japão, China e Coréia do Sul entre os dias 29 e 30 de dezembro desse ano. O antigo secretário de Estado já passou por Paris, Roma, Berlin, Londres e Moscou.O Iraque deve cerca de US$ 40 bilhões (incluídos os juros) a membros de Clube de Paris, organização especializada em negociação de dívidas. Pelo mens outros US$ 80 bilhões devem ser pagos a países árabes e outras nações fora dessa organização.Apesar de contribuir para a reconstrução do Iraque e de ter aprovado um plano para o envio de aproximadamente 1000 soldados à região para ajuda humanitária, o Primeiro Ministro japonês Junichiro Koizumi ainda não se manifestou a repeito do perdão da divida que o Iraque tem com o país.Nos últimos dias, o presidente norte-americano, George W. Bush, agradeceu, por telefone, o apoio da Coréia do Sul, Japão e China, principalmente com relação à mobilização de tropas coreanas e japonesas.França, Alemanha e Rússia, que se opuseram à guerra no Iraque, manifestaram-se a favor da redução da dívida externa do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.