Enxadrista preso no Japão quer ir para Islândia

O enxadrista Bobby Fischer está preso no Japão há 6 meses, lutando contra a deportação para se esquivar de um processo criminal nos Estados Unidos. E uma oferta vinda da Islândia há alguns dias para que ele vá morar no país nórdico poderia ser a solução para seus problemas. Por intermédio de seus advogados, Fischer revelou que ficará mais feliz se puder ir para a Islândia, palco de seu mais marcante triunfo no xadrez. Apesar disso, não existe nenhuma indicação de que o ex-campeão mundial de xadrez voltará a jogar profissionalmente. Ele aceitou somente a oferta para deixar o Japão e ir morar na Islândia. Fischer enfrenta uma ordem de deportação para os EUA por suspeita de ter violado sanções internacionais ao jogar uma partida na Iugoslávia em 1992.

Agencia Estado,

18 de dezembro de 2004 | 17h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.