Epidemia de cólera ameaça a República Dominicana

Funcionários da saúde da República Dominicana instalaram banheiros químicos em bairros pobres e locais movimentados da capital, Santo Domingo, numa tentativa de conter um surto de cólera que ameaça virar uma epidemia. Apenas em Santiago, segunda maior cidade dominicana, as autoridades planejam instalar 500 banheiros públicos em comunidades carentes. Inspetores também estão recolhendo amostras de alimentos e aumentando a fiscalização sobre o comércio de vendedores ambulantes de comida.

AE, Agência Estado

25 de maio de 2011 | 20h59

Pelo menos 28 das 32 províncias da República Dominicana já registraram casos de cólera. No total, a República Dominicana registrou 1.143 casos da doença, com 14 mortes desde que a enfermidade apareceu em novembro do ano passado. As autoridades temem que a situação se agrave com a chegada da temporada de furacões no Caribe. O cólera foi primeiro reportado no vizinho Haiti no ano passado, com 266 mil casos e cerca de 5 mil mortes. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
República Dominicanacóleraepidemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.