Epidemias ameaçam mais de 16 mil desabrigados pelo Danúbio

As 16.366 pessoas evacuadas no sul da Romênia por causa da cheia do rio Danúbio estão ameaçadas pelas epidemias decorrentes das condições precárias nos acampamentosprovisórios nas quais estão abrigadas, informou nesta segunda-feira o ministro da Saúde do país, Eugen Nicolaescu.Nicolaescu explicou que um dos problemas é que alguns dosevacuados convivem com seus animais nos acampamentos provisórios e se recusam a se separar deles.O ministro disse que para eliminar os riscos de infecçãoalimentar foi montada uma cantina para os desabrigados da localidade de Rast e que uma outra está sendo instalada em Spantov.Por sua vez, o Ministério de Administração e Interior (MAI)informou na segunda-feira que subiu para 156 o número das localidades afetadas pelas inundações mais graves do último século no país.Um comunicado do MAI diz que 8.787 dos evacuados são do distrito de Dolj (sul) e que 6.186 são de Calarasi (sudeste).Diante do contínuo avanço da água, que rompeu vários diques, quase 2 mil pessoas das localidades de Carna, Macesu e Manastirea foram obrigadas a deixar suas casas nesta segunda-feira.Embora a descarga fluvial do Danúbio tenha caído de maneirasignificativa, de 15.800 metros cúbicos por segundo para os 13.300 registrados nesta segunda-feira, os valores superam em muito os 7.900 metros cúbicos por segundo considerados normais.Segundo, as autoridades, no distrito de Dolj, o Danúbio formou um leito paralelo ao natural. O novo curso de água passa por cerca de dez localidades que provavelmente serão arrasadas pela água. Por causa disso, todos os habitantes desses povoados serão levados para lugares mais altos.O presidente da República, Traian Basescu, o ministro do Interior Vasile Blaga, e Nicolaescu visitaram hoje vários abrigos para a avaliar a situação e tomar medidas que melhorem as condições de vida e de higiene dos desabrigados.Especialistas anunciam para o próximo dia 6 uma nova cheia do Danúbio, a qual deverá se manifestar primeiro na Hungria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.