Equador considera reeleição por tempo indefinido

O presidente do Equador, Rafael Correa, afirmou que apoia uma emenda constitucional que permitiria que ele concorresse a reeleições por tempo indefinido. O partido do líder esquerdista controla o Congresso do país, portanto a aprovação da emenda é praticamente garantida.

AE, Agência Estado

25 Maio 2014 | 15h21

A medida se aplicaria a todos os políticos eleitos, mas as atenções estão voltadas para Correa, que assumiu a presidência em 2007 e cujo mandato termina em 2017.

Em um discurso a parlamentares neste fim de semana, Correa não afirmou se aproveitaria da mudança para se reeleger, mas dezenas de apoiadores clamavam por sua reeleição. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Equador Correa reeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.