Equador dá asilo a criador do WikiLeaks e acirra tensão com Grã-Bretanha

Julian Assange está cercado na embaixada do país em Londres.

BBC Brasil, BBC

16 de agosto de 2012 | 14h39

O fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, recebeu asilo político do Equador nesta segunda-feira.

O cidadão australiano, atualmente sob proteção da Embaixada do Equador em Londres, solicitou asilo após a Grã-Bretanha aprovar um pedido de extradição da Suécia por acusações de estupro e assédio sexual.

O chanceler equatoriano disse, ao anunciar a concessão do asilo, que entre as preocupações equatorianas está a possibilidade de a Justiça sueca entregar o australiano aos Estados Unidos, onde ele pode vir a enfrentar um julgamento militar, não excluindo as possibilidades de sofrer as penas de prisão perpétua ou de morte.

Assange é o criador do site que no ano passado revelou milhares de documentos contendo informações confidenciais da diplomacia norte-americana. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
AssangeEquadorJulianWikileakstop

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.