Luis Perez/AP
Luis Perez/AP

Equador decreta uso obrigatório de máscaras por coronavírus

País soma quase 4 mil infectados e 191 mortos; província de Guayas é a mais atingida

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2020 | 22h51

QUITO - O governo do Equador decretou nesta segunda-feira, 6, o uso obrigatório de máscaras em locais públicos diante da pandemia de coronavírus, que já deixou 3.747 infectados e 191 mortos no país.

Os municípios "deverão monitorar o uso obrigatório de máscaras em todos os espaços públicos", escreveu no Twitter a ministra do Interior, María Paula Romo.

A ministra destacou que em cada caso "se estabelecerão as sanções e mecanismos de controle" do decreto.

A determinação esclarece que o uso de máscara se aplica aos que têm a necessidade de sair às ruas e que "não significa que há liberdade de circulação".

Diante da pandemia, que atinge com mais força a província de Guayas, o governo equatoriano decretou um toque de recolher de 15 horas, sob o estado de exceção e emergência sanitária, que inclui o confinamento da população, restrições ao tráfego de veículos e o fechamento das fronteiras. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.