Equador defende acesso do Brasil ao Conselho de Segurança

O governo do Equador expressou apoio oficial à aspiração do Brasil em integrar de forma permanente o Conselho de Segurança da ONU e afirmou que sua participação "seria muito positiva". "O Equador se une ao apoio oficial brindado por outros países ao Brasil e faz votos para que esta aspiração possa se concretizar no mais curto prazo", disse a chancelaria equatoriana, através de um comunicado.O texto afirma que para o governo de Quito é urgente uma remodelação da atual composição do Conselho de Segurança. "A presença do Brasil na organização mundial seria muito positiva para todos os países da região, que teriam uma forma adicional de expor e respaldar seus interesses", afirma o comunicado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.