Equador denuncia presença das Farc na fronteira

Autoridades equatorianas denunciaram a presença na fronteira com a Colômbia de membros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Além disso, haveria também paramilitares colombianos na região. "As Farc receberam duros golpes ultimamente, mas não se evidencia nenhuma diminuição da presença e da penetração do grupo na fronteira equatoriana", afirmou ontem o ministro de Defesa, Javier Ponce.Segundo Ponce, outro fator de preocupação é o rearmamento das Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), um grupo paramilitar. O ministro disse ainda que membros da AUC estão participando de quadrilhas em território equatoriano, cometendo crimes como seqüestros e extorsões.O ministro de Segurança, Gustavo Larrea, apontou que foram encontrados neste ano 108 acampamentos irregulares e laboratórios para processamento de cocaína no país. No ano passado, o número foi de 47. "Nem todos esses acampamentos são das Farc, há acampamentos da AUC e outros que não podemos identificar de quem sejam", afirmou Larrea em Lago Agrio, cidade perto da fronteira com a Colômbia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.