Equador e Bolívia têm primeiras mortes por gripe suína

O Equador e a Bolívia informaram hoje as primeiras mortes causadas pela gripe suína, a influenza A (H1N1). A ministra da Saúde do Equador, Caroline Chang, disse que dois adultos morreram da enfermidade. "Se trata de uma mulher de 28 anos, que vivia no sul do país, e de um homem que vivia nos Andes, em Riobamba", disse Chang. Ela não informou a identidade das vítimas.

AE-AP, Agencia Estado

10 de julho de 2009 | 20h54

Na Bolívia, as duas mortes por gripe suína foram registradas no Departamento (Estado) de Santa Cruz, no leste do país. "Ambos os pacientes morreram, podemos confirmar, por causa do vírus H1N1 da influenza A", afirmou o chefe da Secretaria de Saúde de Santa Cruz, Erwin Saucedo. Com informações da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaEquadorBolívia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.