Equador e Colômbia retomam relações diplomáticas

Após meses de relações diplomáticas suspensas, Colômbia e Equador chegaram a um acordo. Os países vão formar comissões com o objetivo de combater a violência na fronteira e negociar condições para o restabelecimento da diplomacia, informaram ontem os chanceleres dos dois países.

AE-AP, Agencia Estado

25 de setembro de 2009 | 21h23

Espera-se que as exportações da Colômbia para o Equador se normalizem num prazo não superior a 180 dias, anunciou o chanceler colombiano Jaime Bermúdez.

Ainda que não tenham chegado a um acordo para o envio de embaixadores, Colômbia e Equador concordaram em designar "encarregados de negócios" neste mês para que deem andamento ao processo de negociação.

"O importante é a vontade de nos aproximarmos, de trabalhar, de estabelecer uma metodologia que permita que os acordo sejam claros. Trabalharemos os temas que apresentarem dificuldades de maneira coordenada e sempre com ânimo, com o objetivo de avançar em uma agenda positiva", disse Bermúdez.

Colômbia e Equador congelaram suas relações diplomáticas em março de 2008, quando o Exército colombiano atacou um acampamento militar das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em território equatoriano.

Tudo o que sabemos sobre:
EquadorColômbiadiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.