Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Equador: indígenas adiam acordo com governo

O governo do Equador anunciou que os representantes da Confederação das Nações Indígenas do Equador (Conaie) decidiram adiar a assinatura de um documento para solucionar a crise no país, após protestos contra a alta dos preços dos combustíveis e do transporte. Sem dar detalhes sobre o teor do documento, que o governo afirma ter sido "debatido e aceito", o secretário de Comunicação, Alfredo Negrete, diz que o governo está dialogando com espírito de "paz e concórdia" com os manifestantes.Os indígenas, que compõem dois terços da população equatoriana, protestam contra um pacote de ajuste econômico que inclui o reajuste do preço dos combustíveis e tarifas públicas. Desde 1997, quando um protesto semelhante terminou com a deposição do presidente Abdalá Bucaran, a crise econômica tem provocado turbulência política no país. Greve em apoio aos indígenas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.