Equador recebe 1ª parcela de empréstimo da China

O Ministro das Finanças do Equador confirmou na terça-feira que o país andino recebeu a primeira parcela do empréstimo de US$ 2 bilhões assinado com o Banco de Desenvolvimento da China, em junho.

DANILA ROSSETTO, Agência Estado

02 de novembro de 2011 | 08h49

Em nota à imprensa, o ministro informou que a quantia recebida foi de US$ 1,4 bilhão.

Na segunda-feira, um alto funcionário do governo disse à Dow Jones que o Equador havia recebido na semana passada US$ 1,3 bilhão do empréstimo.

O empréstimo de oito anos teve uma taxa de juros fixa de 6,9% ao ano e dois anos de carência.

Segundo o ministro, US$ 850,8 milhões da primeira parcela serão usados para financiar os planos de investimento do governo, de US$ 4,8 bilhões para 2012.

A China se tornou a maior fonte de financiamento do Equador, depois que a nação andina suspendeu o pagamento de seus títulos globais em 2008.

Recente relatório da agência de classificação de risco Fitch apontou que o Equador assinou acordos mundiais de US$ 7,5 bilhões com a China desde 2009, quantia que representa 16% da sua dívida em circulação. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EquadorempréstimoChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.