Equador requisita ingresso no Mercosul

O governo do Equador pediu formalmente nesta quarta-feira o início de negociações ingressar no Mercosul como membro pleno. O pedido formal do Equador foi encaminhado à presidência do Mercosul, atualmente exercida pelo Uruguai. O anúncio foi feito pelo ministro equatoriano de Comércio Exterior, Francisco Rivadeneira.

AE, Agência Estado

19 Junho 2013 | 16h52

Em declarações à agência estatal de notícias Andes, o ministro destacou que o presidente do Equador, Rafael Correa, instruiu a pasta a "avançar em um processo de negociação com o Mercosul para ver a possibilidade de ingressar como membro pleno".

O Equador é um Estado associado do Mercosul desde 2004. Os cinco membros plenos do bloco são Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai (suspenso) e Venezuela.

Rivadeneira disse ainda que uma comissão equatoriana viajará a Bruxelas em julho com o objetivo de retomar a negociação de um tratado comercial com a União Europeia (UE). Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EquadorMercosul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.