Equatoriano quer base em Miami

O presidente equatoriano, Rafael Correa, afirmou ontem que, se o governo dos Estados Unidos quiser renovar o direito de uso da base militar de Manta, terá de permitir a instalação de uma base do Equador em solo americano. "Renovaremos a permissão com uma condição: que eles permitam a instalação de uma base em Miami", afirmou Correa. "Se não há problemas em ter soldados estrangeiros dentro do país, então, certamente, eles (americanos) não terão objeções a uma base peruana nos EUA."No ano passado, Correa afirmou que não renovaria o convênio - que termina em 2009 - com os EUA que permite que Washington utilize a base aérea.A Embaixada dos EUA no Equador afirma em sua página na internet que a base de Manta é essencial para as operações contra o tráfico de drogas na região. Segundo relatório publicado pela embaixada, informações obtidas por meio da base foram responsáveis por 60% das apreensões de drogas em águas internacionais do Oceano Pacífico no ano passado.O presidente equatoriano, no entanto, afirmou que, apesar das divergências relativas ao contrato de uso da base, as relações entre Equador e EUA são "excelentes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.