Equatorianos encontrados em alto-mar serão repatriados

As autoridades de imigração da Guatemala iniciaram hoje o processo de identificação e documentação de 191 equatorianos que foram encontrados em uma embarcação abandonada nas águas da costa do Pacífico, na qual eram transportados ilegalmente rumo aos Estados Unidos. Segundo autoridades, todos serão repatriados.De acordo com o porta-voz da Direção Geral de Imigração da Guatemala, Mario Montenegro, a embarcação que transportava os equatorianos, um barco pesqueiro, não portava bandeira e tinha como identificação apenas o nome Ancohcito Salinas. O barco zarpou em 27 de maio de Guayaquil, Equador, com 143 homens, 35 mulheres e 13 adolescentes a bordo, e ficou a deriva no último dia 6.Segundo Montenegro, depois de serem recolhidos por um barco do Exército guatemalteco e levados ao porto Quetzal, os equatorianos foram trasladados ontem a um albergue na Cidade da Guatemala, onde permanecem sob custódia policial.Vários equatorianos entrevistados pela mídia local revelaram que eram provenientes de Guayaquil e pagaram cerca de US$ 8.500 a traficantes para que os levassem aos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.