Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Equipe da Petrobras deve ficar duas semanas em Galápagos

A equipe técnica da Petrobras que está no Arquipélago de Galápagos deverá permanecer nas ilhas por pelo menos duas semanas para dar apoio técnico e treinamento aos equatorianos. Apesar de boa parte do óleo derramado do navio Jéssica já se ter evaporado ou se dirigido a alto-mar, o presidente em exercício da estatal, José Coutinho Barbosa, informou nesta quinta-feira que os trabalhos de remediação dos efeitos do vazamento nas mais de 20 ilhas de Galápagos deverão durar de três a quatro meses. Além disso, a recuperação da área marinha não será concluída antes de um ano. "Seremos os responsáveis pela elaboração de um plano de contingência para as ilhas", disse Barbosa. Ele explicou que o trabalho inicial será a avaliação detalhada dos efeitos do vazamento no arquipélago. "Somos a única equipe técnica especializada em derramamentos de óleo e com equipamentos na região", explicou o presidente em exercício da Petrobras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.