Equipe de especialistas entra em território sírio

A equipe de especialistas da Organização de Proibição de Armas Químicas (OPAQ) entrou em território sírio nesta terça-feira para começar a analisar o arsenal químico do regime do presidente Bashar Assad.

AE, Agência Estado

01 de outubro de 2013 | 11h10

Os vinte agentes entraram no país pelo Líbano e estavam a caminho de Damasco. A missão da equipe envolve encontrar, desativar e destruir as armas químicas, de acordo com uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Eles têm cerca de nove meses para finalizar a missão.

Após a chegada em Damasco, os inspetores devem se encontrar com autoridades do Ministério de Relações Exteriores ainda nesta terça-feira.

A Organização de Proibição de Armas Químicas recebeu documentos do regime sírio que detalham seu arsenal. Acredita-se que, entre os armamentos, há gás sarin, gás mostarda e outros químicos proibidos armazenados em cerca de 45 locais. Fonte: Associated Press e Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
SÍRIAARMAS QUÍMICAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.