Equipe de Lugo nega caso de nepotismo

Os assessores do presidente paraguaio eleito, Fernando Lugo, negaram ontem envolvimento na nomeação de Ángel Pompeyo Maidana Lugo, sobrinho do futuro governante, como funcionário da Entidade Binacional Yacyretá (EBY) - empresa que administra uma represa no sul do país. Um irmão do vice-presidente eleito também teria sido contratado pela EBY. A imprensa local denunciou as contratações como um caso de nepotismo, mas a família de Lugo e o próprio presidente afirmaram desconhecer as nomeações.

O Estadao de S.Paulo

07 de junho de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.