Reuters
Reuters

Equipe de paz da ONU deve chegar à Síria em dois dias

Ideia é discutir a distribuição de observadores para monitorar o cessar-fogo na Síria, afirmou o porta-voz de Kofi Annan, Ahmad Fawzi

Reuters,

03 de abril de 2012 | 10h46

GENEBRA - Uma equipe antecipada do departamento de manutenção de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) deve chegar a Damasco dentro de 48 horas para discutir a distribuição de observadores para monitorar o cessar-fogo na Síria, afirmou o porta-voz do mediador internacional Kofi Annan, Ahmad Fawzi, nesta terça-feira, 3.

"Uma missão de planejamento do Departamento de Operações de Manutenção de Paz (DPKO, sigla em inglês) deve chegar a Damasco dentro de 48 horas", disse o porta-voz de Annan à Reuters, em Genebra.

Como parte de um plano de paz de seis partes apresentado por Annan para acabar com os confrontos, tropas de manutenção de paz da ONU estão planejando uma missão de monitoramento do cessar-fogo composta por cerca de 200 a 250 observadores desarmados.

A Síria prometeu retirar todas unidades militares das cidades até 10 de abril para abrir caminho para um cessar-fogo com rebeldes dois dias depois, apesar de enviados ocidentais estarem céticos quanto à intenção do governo sírio de acabar com a sua repressão de mais de um ano a seus oponentes.

Annan, enviado conjunto da Liga árabe e da ONU que está baseado na Suíça, fez um discurso para o Conselho de Segurança sobre o prazo por videoconferência na segunda-feira.

"O senhor Annan está agradecido pelo apoio russo e chinês e a unidade que o Conselho de Segurança mostrou novamente em apoiar seu plano e garantindo a sua implementação", afirmou Fawzi.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.