Equipe inclui filha e voluntário comediante

Estrategista é o divertido e informal Mark Salter, com McCain há 20 anos

O Estadao de S.Paulo

14 de junho de 2008 | 00h00

Estrategista-chefe da campanha e co-autor dos livros do senador, Mark Salter acompanha John McCain e escreve seus discursos há 20 anos. Divertido, o estrategista é bastante informal, fala palavrão a cada dois minutos e fuma um maço de cigarros por dia. McCain chegou a dizer que eles são como irmãos. Salter defende o candidato republicano com unhas e dentes e freqüentemente reclama da imprensa "injusta". "Quando Obama critica McCain, é descrito como um candidato de ?grande oratória?", diz. "Quando é McCain falando, ele está ?atacando?."Salter passa três semanas na estrada com o candidato e uma em casa, com a mulher e duas filhas. Ele se prepara para tirar uma semaninha de férias no Maine - onde vai aproveitar para escrever o discurso de McCain para a convenção republicana, que será realizada em setembro. Além de Salter, fazem parte do entourage do Expresso Conversa Franca o insider Charlie Black (que trabalhou em todas as campanhas presidenciais de republicanos desde 1976), a ex-presidente da Hewlett-Packard Carly Fiorina (espécie de porta-voz econômica da campanha), Meg Whitman (fundadora do eBay), John Lehman (ex-secretário da Marinha que conhece McCain há 40 anos e é consultor para segurança nacional) e Meghan McCain, a filha do candidato e blogueira oficial da trupe. Também faz parte da equipe Steve Duprey, o "comediante de plantão". Chefe da campanha de McCain em New Hampshire, onde o senador venceu a primeira primária, o empresário Duprey viaja como agregado, um voluntário de alto escalão - paga tudo do próprio bolso -, e faz piadas sem parar."Sou responsável por comidas, bebidas e entretenimento", brinca Duprey. Ele também mandou fazer camisetas para a "imprensa viajante", os cerca de 20 jornalistas que acompanham o candidato em todas as suas viagens pelo país. "Durão? Você acha que é durão? Eu viajo com John McCain - Imprensa Viajante da Campanha do McCain 2008", diz a inscrição na camiseta.Parte da imprensa viajante são os "embeds" (abreviatura de embedded, "embutidos"), que são geralmente jornalistas jovens, que trabalham para as redes de TV e passam semanas a fio na campanha, sem voltar para casa. "Aluguei um apartamento em março e até agora passei dois dias lá", conta o embed da Fox News.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.