Christian Thompson/AP
Christian Thompson/AP

Equipes buscam sobreviventes em loja que desabou em Gana

Pelo menos cinco pessoas morreram; outras 65 já foram retiradas com vida

BBC Brasil, BBC

08 de novembro de 2012 | 15h06

ACRA - Equipes de resgate ainda buscam sobreviventes depois do desabamento na quarta-feira de uma loja de departamentos na capital de Gana, Acra. As autoridades do país confirmaram a morte de cinco pessoas e outras 65 foram retiradas com vida dos escombros.

O correspondente da BBC em Acra Sammy Darko informou que viu as mãos de três pessoas embaixo das vigas de concreto, enquanto as equipes tentam tirá-las do local, mas não é possível saber se estas pessoas estão vivas. Uma multidão está em volta do prédio apesar dos pedidos do vice-presidente, Kwesi Amissah-Arthur, para que todos fossem embora para não prejudicar o resgate das vítimas.

Amissah-Arthur está coordenando os trabalhos das equipes de resgate. O presidente John Dramani Mahama declarou a região do desabamento área de desastre e suspendeu sua campanha presidencial para as eleições de dezembro.

Mahama também prometeu a chegada de uma equipe de 18 especialistas israelenses nesta quinta-feira para ajudar na operação. "A equipe vai fazer uma avaliação inicial usando equipamentos especiais e cães farejadores, que vão tentar identificar locais onde estariam sobreviventes ou corpos", disse.

Fundação

De acordo com a agência de notícias AP, Kate Adobaya, porta-voz da Organização Nacional de Gerenciamento de Desastres do país, afirmou que a estrutura fraca do prédio causou o desamento. "A fundação não era boa o suficiente", afirmou.

Em uma declaração, o presidente disse que os responsáveis pelo colapso do prédio serão punidos. "Vamos implementar mecanismos para verificar a segurança de outros prédios altos e descobrir se há algum outro desastre prestes a acontecer", afirmou Mahama.

No prédio funcionava uma loja de departamentos administrada pela empresa Melcon. A empresa informou que alugava o imóvel e a loja foi inaugurada no começo do ano. Segundo o correspondente da BBC em Acra os clientes costumavam fazer fila em frente à loja antes de sua abertura.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC

Tudo o que sabemos sobre:
GanaÁfricadesabamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.