Rossiya One TV Channel via AP
Rossiya One TV Channel via AP

Equipes de busca encontram segunda caixa-preta de avião russo que caiu no Mar Negro

Equipamento, que registrou os diálogos da tripulação, será analisado em Moscou para ajudar a determinar as causas do acidente; cerca de 3,5 mil pessoas trabalham na operação

O Estado de S. Paulo

28 Dezembro 2016 | 14h25

MOSCOU - A equipe que procura os destroços do avião russo que caiu domingo no Mar Negro encontrou a segunda caixa-preta da aeronave, anunciou nesta quarta-feira, 28, o Ministério russo da Defesa.

"O segundo registrador de voo do Tupolev-154 foi localizado e recuperado", informou o exército russo.

A descoberta é fundamental para determinar as causas da catástrofe que deixou 92 mortos, incluindo mais de 60 membros do Coral do Exército Vermelho. A primeira caixa-preta foi encontrada na terça-feira.

"Até hoje (quarta-feira), foram recuperados 15 corpos e 239 fragmentos", afirmou o Ministério da Defesa em comunicado. De acordo com o governo russo, 13 corpos e 168 fragmentos já foram levados ao Centro de Medicina Legal em Moscou para sua identificação e análise genética. 

Quase 3,5 mil pessoas fazem parte das equipes de busca que trabalham dia e noite na área do acidente. Participam das buscas pelos corpos das vítimas do acidente e de fragmentos do avião 46 embarcações, mais de 30 aviões e helicópteros, que já rastrearam uma superfície de 340 quilômetros quadrados, informou o Ministério para Situações de Emergência da Rússia.

O avião desapareceu dos radares na madrugada de domingo, dois minutos depois de decolar do aeroporto de Sochi, quando seguia para a base aérea russa de Khemeimim, em Latakia, no litoral sírio, onde a Rússia mantém um grupo de aviões de guerra. 

A bordo viajavam um terço dos integrantes do Coral do Exército Vermelho, que passariam a noite de Ano Novo com os soldados russos enviados à Síria, onde apoiam o regime de Bashar Assad. / AFP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.