Equipes de resgate ainda tentam salvar 65 mineiros no México

Grupos de resgate continuavam trabalhando hoje em uma mina de carvão mexicana onde, no domingo, 65 trabalhadores ficaram presos por causa de uma explosão de gás. Não se sabe se há sobreviventes. O diretor da Defesa Civil do estado de Coahuila, Sergio Robles, explicou que, como já existe uma atmosfera explosiva por causa do metano, não é possível utilizar nenhum outro tipo de equipamento além de ferramentas manuais. Robles acrescentou que durante as últimas horas foram feitas manobras de ventilação para a retirada dos gases tóxicos.O governador de Coahuila, Humberto Moreira, disse a uma televisão local que trabalha com todas as possibilidades, dadas as condições da região, e anunciou a instauração de um inquérito para determinar se houve irregularidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.